show episodes
 
F
Fundação (FFMS) - Praça da Fundação

1
Fundação (FFMS) - Praça da Fundação

Fundação Francisco Manuel dos Santos com Carlos Vaz Marques

Unsubscribe
Unsubscribe
Mensal
 
Todos os anos, no final de Maio, os livros saem à rua na Feira do Livro de Lisboa, adiada por causa da pandemia. Por isso, a Praça da Fundação reinventou-se online. Oiça os debates com autores e especialistas, moderados pelo jornalista Carlos Vaz Marques, e os programas de rádio especiais da Capa à Contracapa moderados por José Pedro Frazão.
 
As conversas so como as cerejas. No regresso a casa, vm umas atrs das outras. Sempre inesperadas. O pretexto pode ser um livro, um disco, um jogo de futebol... Encontros sempre diferentes num espao por onde j passaram o Dalai Lama e Caetano Veloso, Xanana e Agustina. Ao fim de seis anos, continuamos a ter encontro marcado, ao fim do dia, com gente que faz a diferena. Pessoal... e Transmissvel, com Carlos Vaz Marques.
 
Loading …
show series
 
Chegou ao fim a viagem do passageiro Cabrita. O motorista do ministro foi acusado de excesso de velocidade e homicídio por negligência; o ministro mais impopular do Governo percebeu que estava na altura de deixar de ser um embaraço político a dois meses de eleições e demitiu-se. No PSD, a vitória de Rui Rio não acalmou as hostes e já está em curso …
 
Terá a ministra da Saúde dito o que dizem que disse ou o que disse não é o que dizem que terá dito? Qualquer que seja a resposta Marta Temido pediu desculpa… indignada. Quase em simultâneo, o foragido Rendeiro confessou ter sido trocado por três cadelinhas: a Joana, a Clara e a Boneca. Só não se percebe o que o levou a dar uma entrevista burlesca, …
 
Pan, pan, pan; está em curso o tiro ao alvo sobre a porta-voz do partido com preocupações verdes e negócios de frutos vermelhos. Enquanto isso, à medida que o vírus volta a propagar-se, discute-se se quem propõe o regresso de restrições é avisadamente cauteloso ou um mero propagador de alarmismo. E cinco meses depois do acidente fatal na auto-estra…
 
Depois do entusiasmo com a tropa por causa da vacinação, houve na tropa quem achasse por bem pôr alguma água na fervura. Lembram-se de Tancos? Esta nova série também não lhe fica atrás a nível de burlesco, com uma traficância que, até agora, se revelou de refugo: oito diamantes no valor de 290 euros. Ainda assim, o caso já é político, porque o mini…
 
Já há data, mas agora há também uma data de incógnitas para as eleições de 30 de Janeiro. Os cenários possíveis são tantos que Ricardo Araújo Pereira reuniu 27, embora, para não maçar ninguém, só se fale de três ou quatro; meia dúzia, vá lá. Lembra-se do cefalópode que adivinhava os resultados no mundial de futebol de 2010? Do que precisávamos agor…
 
A Navalha de Ockham é o princípio segundo o qual a melhor explicação é, em geral, a mais simples. Nem de navalha em punho, no entanto, se entende tudo o que está a acontecer: desentendimentos à esquerda, zaragatas à direita, guerras de datas e idas ao multibanco. Talvez a navalha esteja romba, mas uma coisa é certa: a geringonça morreu, o orçamento…
 
A plateia é de economistas mas ninguém tem contas certas quanto ao desfecho da incógnita do momento. O programa com o nome mais longo do espaço mediático português foi ao ISEG, o Instituto Superior de Economia e Gestão, encerrar a conferência sobre a economia da saúde, numa altura em que está em dúvida, com a discussão do orçamento, a saúde da econ…
 
Agita-se o espantalho da crise, com a perspectiva de eleições ao virar da esquina. Quem travará primeiro antes do precipício político sinalizado pelo Presidente da República? Enquanto isto, o PSD discute a liderança. O balão de oxigénio de Rio, nas autárquicas, durou pouco. Cavaco Silva ajudou à festa e despediu, de uma penada, Governo e oposição. …
 
A picuinhice pode ser necessária na Justiça, mas convém que o escrivão esteja acordado; enquanto isso, sai mais um mojito para o fujão. Em Setúbal, 87 responsáveis clínicos dizem que assim não dá; o Governo acompanha. O relatório da pedofilia na Igreja Católica francesa voltou a fazer soar alarmes no Vaticano, mas em Portugal não há disso; e até já…
 
Que farei com esta vitória?, perguntará o novo presidente da Câmara de Lisboa, depois de uma noite eleitoral em que Costa ganhou mas perdeu e Rio perdendo ganhou. Terão sido as autárquicas um sopro de mudança ou apenas uma leve aragem de alternativa? Numa semana horribilis para o PS, com Marcelo a desautorizar sem reticências o ministro da Defesa, …
 
Quem se lembra do tempo em que Angela Merkel ficou conhecida como “a gorda da canja”? Onde isso já vai. Quem se lembra de Fernando Nobre a pedir “Dêem-me um tiro na cabeça”? A veemência continua a mesma. Merkel e Nobre são, esta semana, protagonistas improváveis: ela porque se vai embora, ele porque voltou. No menu da atualidade há negacionismo, el…
 
Na semana em que começou oficialmente a campanha eleitoral autárquica, uma volta a Portugal em cartazes e hinos para todos os gostos; dos slogans a que ninguém fica indiferente às palavras da língua portuguesa que nunca esperámos ouvir cantadas: “uuuuh, coligaçããão!.” O Programa Cujo Nome Estamos Legalmente Impedidos de Dizer com Ricardo Araújo Per…
 
Onde está o abuso policial, quando precisamos dele? - pergunta-se alguém a certa altura. O juiz negacionista testou a paciência da polícia sem sucesso. As bastonadas que estava a pedir ficaram em dívida. Um dos candidatos à Câmara de Lisboa também ficou em dívida em relação aos factos num duelo entre “choninhas” onde houve quem identificasse um ani…
 
No programa nascido para impedir que desapareça a ‘silly season’ (daqui em diante conhecido pela sigla PCNELIdD) também se fala de coisas sérias. Os talibãs voltaram ao poder e Biden deixou os afegãos à mercê da sua própria tragédia, nota Pedro Mexia. Nas contas das autárquicas, PSD e PCP são os partidos mais inquietos com os resultados de 26 de se…
 
Esta semana, na última emissão antes da pausa de verão, os termos na ordem do dia continuam a ser vacinas, testes, covid-19, vagas, doses, certificados e idas a hóteis e restaurantes. A propósito da morte de Otelo Saraiva de Carvalho, João Miguel Tavares decidiu ser ministro da Meia Haste. A desistência de Simone Biles, na prova olímpica, levou Ric…
 
Esta semana, a propósito da sondagem que indica que a maioria dos portugueses defende mudanças no governo, Ricardo Araújo Pereira decidiu ser ministro da remodelação. O debate do Estado na Nação levou João Miguel Tavares a ser ministro do deserto. Pedro Mexia, a propósito do apuramento de responsabilidades pelos excessos cometidos nos festejos dos …
 
Loading …

Guia rápido de referências

Google login Twitter login Classic login